LEC - Uma alternativa eficiente e barata aos LEDs e OLEDs

Energia

LEC - Uma alternativa eficiente e barata aos LEDs e OLEDs

LEC - Uma alternativa eficiente e barata aos LEDs e OLEDs
As LECs podem emitir luz em grandes superfícies a um custo muito baixo. [Imagem: Umea University]









célula eletroquímica emissora de luz
As LECs - Light Emitting electrochemical Cells, ou células eletroquímicas emissoras de luz - chegaram há menos de dois anos prometendo uma alternativa mais barata e mais flexível aos LEDs e mesmo aos OLEDs.
Uma LEC é um componente de estado sólido que transforma eletricidade em luz usando um semicondutor orgânico - ou polimérico, à base de carbono.
Ela se diferencia dos OLEDs - LEDs orgânicos - porque apresenta também uma corrente iônica, é menos dependente dos eletrodos e funciona em tensões menores.
Além disso, essas células eletroquímicas são finas, flexíveis e leves e podem ser fabricadas para emitir essencialmente qualquer cor. Elas também prometem ter um custo extremamente baixo, já que podem ser fabricadas por métodos de impressão rolo a rolo - a forma como os jornais são impressos.
Candelas
O esforço vinha se concentrando em aumentar a eficiência das LECs na emissão de luz, além de sua durabilidade.
Foi o que conseguiram Shi Tang e seus colegas das universidades de Umea e Linkoping, na Suécia.
A LEC construída pela equipe atingiu uma eficiência recorde de luminosidade de 27,5%.
"Como ponto de referência, uma TV normal funciona entre 300 a 500 cd/m2, enquanto 2.000 cd/m2 é o brilho típico de um painel de iluminação OLED. No que diz respeito à eficiência, o nosso dispositivo LEC está próximo das lâmpadas fluorescentes comuns," disse o professor Ludvig Edman.Os protótipos apresentaram um brilho de 2.000 cd/m2 (candela por metro quadrado).
A equipe acredita que, com esses indicadores, a tecnologia das células eletroquímicas emissoras de luz tem tudo para passar do laboratório para a aplicação prática.
LEC - Uma alternativa eficiente e barata aos LEDs e OLEDs


As células eletroquímicas emissoras de luz (LEC) podem emitir luz de qualquer cor. [Imagem: Umea University]
Bibliografia:

Design rules for light-emitting electrochemical cells delivering bright luminance at 27.5 percent external quantum efficiency
Shi Tang, Andreas Sandström, Petter Lundberg, Thomas Lanz, Christian Larsen, Stephan van Reenen, Martijn Kemerink, Ludvig Edman
Nature Communications
Vol.: 8, Article number: 1190
DOI: 10.1038/s41467-017-01339-0

Postagens mais visitadas deste blog

Projetos Pyramon

Cartilha dos Impostos Municipais

Memória magnética ultrarrápida gravada com luz