Postagens

Mostrando postagens de Abril 23, 2017

Cabo híbrido para energia e dados é desenvolvido no Brasil

Imagem
Cabo híbrido para energia e dados é desenvolvido no BrasilCom informações do CPqD -  13/04/2017 Novo cabo permite transmitir energia elétrica e dados ao mesmo tempo.[Imagem: CPqD/Divulgação] Rede sinérgica A Unidade EMBRAPII CPqD, em parceria com a empresa Furukawa, acaba de concluir um projeto de inovação que irá ampliar a oferta de banda larga aos usuários, além de reduzir a poluição visual hoje existente nos postes das redes aéreas de distribuição de energia. Trata-se de um cabo híbrido, metálico mas com uma fibra óptica em seu interior, capaz de conduzir energia elétrica e, ao mesmo tempo, fazer a transmissão de dados em banda larga. A nova tecnologia, chamada de OPDC (Optical Distribution Cable), já está disponível e vem servindo de base para outro projeto inovador no país: a implantação de uma rede sinérgica, desenvolvida pela Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig), com o apoio dos programas de P&D da Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL) e da Fapemig. O diferen…

Objeto com massa negativa desafia as leis da Física

Imagem
Objeto com massa negativa desafia as leis da FísicaRedação do Site Inovação Tecnológica -  20/04/2017 Quando o superátomo é liberado pelos lasers, sua expansão é assimétrica (linha sólida colorida) devido a uma variação na massa efetiva. A linha pontilhada no gráfico indica a massa efetiva, e a área sombreada indica a região de massa negativa efetiva. [Imagem: Mohammad A. Khamehchi et al. - 10.1103/PhysRevLett.118.155301] Empurrão que puxa Empurre-o e, ao contrário de todos os objetos físicos no mundo que conhecemos, ele não irá se acelerar na direção em que foi empurrado - ele acelera para trás, na sua direção. Assim se comporta o objeto com massa negativa criado por Mohammad Khamehchi e seus colegas da Universidade do Estado de Washington, nos EUA. Não é exatamente uma novidade experimental, mas Khamehchi idealizou um sistema que permite um controle sem precedentes da matéria negativa, eliminando dúvidas sobre experimentos anteriores e abrindo o caminho para a utilização da técnica …

Gerador recarregável de papel - feito de origami

Imagem
Gerador recarregável de papel - feito de origamiRedação do Site Inovação Tecnológica -  25/04/2017 Ficar pressionando o dispositivo por alguns minutos carrega o nanogerador com até 1 volt. [Imagem: American Chemical Society] Gerador de origami Este é o protótipo mais recente no campo dos nanogeradores triboelétricos, e vem com uma vantagem significativa em relação aos seus antecessores: ele consegue recarregar rapidamente, com algumas dezenas de ciclos de "bombeamento". Com uma estrutura totalmente em papel e com um projeto baseado na técnica de origami, o nanogerador foi criado por Hengyu Guo e seus colegas do Instituto de Nanoenergia e Nanossistemas de Pequim, na China. O objetivo é usar a energia mecânica que nos circunda a todo momento - dos nossos passos, dos batimentos do nosso coração ou mesmo de uma brisa leve - para flexionar o gerador e produzir eletricidade suficiente para alimentar equipamentos de baixo consumo, como relógios e sensores. A ideia do papel e de sua…

Tecido metálico promete virar moda espacial

Imagem
Tecido metálico promete virar moda espacialRedação do Site Inovação Tecnológica -  25/04/2017 [Imagem: NASA/JPL-Caltech] Fabricação funcional Engenheiros da NASA desenvolveram um "tecido espacial" semelhante a uma cota de malha, as armaduras metálicas flexíveis muito usadas pelos cavaleiros medievais. Mas Raul Polit Casillas e seus colegas do Laboratório de Propulsão a Jato estão desenvolvendo têxteis metálicos avançados para aplicações no espaço, como na blindagem de espaçonaves ou para roupas de astronautas. Seu protótipo com melhores resultados até agora é formado por pequenos quadrados de prata amarrados em conjunto, criando um tecido flexível. A equipe usou a fabricação aditiva - mais comumente conhecida como impressão 3D. "Nós a chamamos de 'impressão 4D'," disse Casillas. "Se a fabricação do século 20 foi impulsionada pela produção em massa, então esta é a produção em massa de funções". Ou seja, em vez de apenas criar a forma do tecido, a t…

Fibra óptica de semicondutor promete acelerar a internet

Imagem
Fibra óptica de semicondutor promete acelerar a internetRedação do Site Inovação Tecnológica -  24/04/2017 Núcleo de silício amorfo construído no interior de um canal dentro da fibra óptica de quartzo.[Imagem: Penn State] Fibra óptica de semicondutor Um novo tipo de fibra óptica híbrida promete multiplicar a capacidade de transmissão de dados das redes atuais sem grandes revoluções na infraestrutura. A ideia é substituir o quartzo - ou sílica - das fibras ópticas atuais, um material que é essencialmente um vidro, por um material semicondutor. As fibras de sílica só podem transmitir dados convertidos em pulsos luminosos. Isso requer equipamentos externos para converter em pulsos de luz os pulsos elétricos dos aparelhos eletrônicos - computadores, por exemplo. Fibras semicondutoras, por sua vez, poderão transmitir tanto luz quanto os dados eletrônicos e também serão capazes de completar a conversão de dados elétricos para ópticos em tempo de voo durante a transmissão, melhorando a veloc…

Transístor optoeletrônico imita neurônio e tem sua própria memória

Imagem
Transístor optoeletrônico imita neurônio e tem sua própria memóriaCom informações da Agência Fapesp -  24/04/2017 O componente armazena informação em sua própria estrutura, prescindindo de uma unidade complementar de memória.[Imagem: F. Hartmann et al. - 10.1021/acs.nanolett.6b04911] Transístor com memória Um transístor capaz de simular algumas funcionalidades dos neurônios foi criado por uma equipe da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), da Universidade de Wurzburg, na Alemanha, e da Universidade da Carolina do Sul, nos Estados Unidos. O componente, que possui partes micrométricas e partes nanométricas, consegue enxergar a luz, contar e armazenar informação em sua própria estrutura, prescindindo de uma unidade complementar de memória. "Nesse trabalho, demonstramos a capacidade de transistores baseados em pontos quânticos executarem operações complexas diretamente na memória. Isso pode levar ao desenvolvimento de novos tipos de dispositivos e circuitos computacionais, nos…

Telhado extra dá eficiência energética à casa

Imagem
Telhado extra dá eficiência energética à casaRedação do Site Inovação Tecnológica -  18/04/2017 O segredo da eficiência energética está no telhado adicional em formato de V.[Imagem: University of Malaya] Casa energeticamente eficiente O professor Wen Tong Chong, da Universidade da Malásia, acredita ter encontrado o projeto ideal para uma casa mais ambientalmente correta em regiões tropicais. Seu objetivo foi obter um equilíbrio entre um "conflito ambiental" que incomoda os arquitetos: como conciliar a crescente demanda de conforto, com seu natural consumo de energia, e a necessidade de reduzir o consumo de energia por conta das mudanças climáticas. Usar fontes renováveis de energia e aproveitar as variações naturais do clima parece ser uma resposta adequada, mas falar é mais fácil do que fazer. Chong então idealizou um telhado superior em formato de V, que se projeta acima do telhado tradicional, criando as condições para gerar energia e aproveitar a iluminação natural. Telha…

Restos de planeta destruído encontrados na órbita de Marte

Imagem
Restos de planeta destruído encontrados na órbita de MarteRedação do Site Inovação Tecnológica -  20/04/2017 Marte é o único planeta terrestre do nosso sistema que possui asteroides troianos. [Imagem: Apostolos Christou et al. - 10.1093/mnras/stw3075] Fósseis planetários Marte compartilha sua órbita com um grupo de pequenos asteroides - os chamados troianos. Agora, uma equipe internacional de astrônomos, usando o telescópio VLT, no Chile, descobriu que a maioria desses objetos compartilha uma composição comum. Ter a mesma composição química significa que eles provavelmente são restos de um mesmo corpo celeste original, um pequeno planeta que foi destruído por uma colisão há muito tempo. Asteroides troianos Os asteroides troianos movem-se na mesma órbita de um planeta, presos dentro de "refúgios gravitacionais", 60º à frente e 60º atrás do planeta, os chamados pontos de Lagrange; o ponto que antecede o planeta é chamado L4, e aquele à sua retaguarda é o L5. Marte é até agora o…

Maior sol artificial do mundo vai produzir hidrogênio

Imagem
Maior sol artificial do mundo vai produzir hidrogênioRedação do Site Inovação Tecnológica -  19/04/2017 O sol artificial tem a altura de um prédio de três andares. [Imagem: DLR] Sol artificial A Agência Espacial Alemã (DLR) inaugurou o que seus projetistas estão chamando de "o maior Sol artificial do mundo". Trata-se de uma gigantesca estrutura - da altura de um prédio de três andares - formada por um conjunto de lâmpadas de xenônio, como as usadas nos projetores de cinema, capaz de gerar temperaturas de até 3.000º C. Cada um dos 149 "favos de mel" que compõem o laboratório, chamado Synlight, é um concentrador parabólico projetado para focalizar toda a luz da lâmpada de xenônio com um mínimo de perda. O conjunto inteiro foi projetado para que a luz de todos os favos se concentre em um pequeno espaço de 20 x 20 centímetros, produzindo uma luminosidade que imita a luz natural do Sol - só que com uma intensidade equivalente a 10.000 vezes a luz solar que normalmente a…

Novo microscópio eletrônico vê mais do que uma imagem

Imagem
Novo microscópio eletrônico vê mais do que uma imagemRedação do Site Inovação Tecnológica -  20/04/2017 O segredo do novo microscópio eletrônico está em seu detector de elétrons, que consegue não apenas detectar as partículas individuais, mas também calcular interferências que elas sofreram ao passar pela amostra observada.[Imagem: Kayla X. Nguyen et al. - 10.1017/S1431927616009430] Supereletrônico O microscópio eletrônico acaba de tornar-se um equipamento ainda mais poderoso e valioso para a ciência. Nas versões atuais, esses microscópios usam elétrons para gerar imagens de características menores do que o comprimento de onda da luz, que representa o limite dos microscópios ópticos. Como os elétrons são ondas/partículas muito menores do que o comprimento de onda da luz visível, eles tornam possível fazer imagens com resoluções muito maiores. Agora, engenheiros da Universidade de Cornell, nos EUA, descobriram como tirar mais informações dos elétrons que só vinham sendo usados para ger…

Componente de computador termal funciona a 300º C

Imagem
Componente de computador termal funciona a 300º CRedação do Site Inovação Tecnológica -  19/04/2017 Esta é a estrutura completa do diodo térmico, que deixa o calor passar apenas num sentido. [Imagem: Elzouka/Ndao - 10.1038/srep44901] Computador a calor Mahmoud Elzouka e Sidy Ndao, da Universidade Nebraska-Lincoln, nos EUA, construíram os primeiros componentes de um futuro computador termal. Enquanto um processador eletrônico funciona com base na eletricidade, um processador termal irá funcionar com base na movimentação do calor. Esse campo de pesquisas é conhecido como fonônica, ou eletrônica do calor. "Nós demonstramos o bloco fundamental do que poderá se tornar o computador termal do futuro, e ele funciona em temperaturas muito altas. Para alguém que também trabalha ativamente no resfriamento eletrônico, isso faz você se perguntar: 'E se todos parássemos de refrigerar a eletrônica?', descreveu Ndao. Computadores a calor podem ser muito interessantes para quem está inter…

Robô dobrável quase passa em baixo da porta

Imagem
Robô dobrável quase passa em baixo da portaRedação do Site Inovação Tecnológica -  18/04/2017 O Puffer usa sua própria placa de circuito impresso como monobloco.[Imagem: NASA/JPL-Caltech] Robô dobrável Engenheiros do Laboratório de Propulsão a Jato da NASA estão testando um novo tipo de robô para explorar locais de difícil acesso. O Puffer (Pop-Up Flat Folding Explorer Robot) é leve e usa uma técnica inspirada no origami para dobrar suas rodas e reduzir radicalmente sua altura, o que permite que ele entre em locais onde outros robôs não conseguem chegar. O robô dobrável foi testado em uma variedade de terrenos acidentados, desde o Deserto de Mojave, na Califórnia, até as colinas nevadas da Antártida. A ideia é explorar áreas que podem ser muito arriscadas para enviar um robô de pleno direito, grande e caro, como encostas íngremes ou atrás de dunas de areia - uma missão poderá contar com vários Puffers, liberados pelo robô principal, que ficará responsável por receber e retransmitir os…

Robô dobrável quase passa em baixo da porta